Consiga sua vaga com trabalho temporário

Conquiste sua vaga de emprego através do trabalho temporário

Consiga sua vaga com trabalho temporárioAs festas de fim de ano estão chegando e com elas a oportunidade de começar na vida profissional ou fazer uma renda extra com as  milhares de vagas de trabalho temporário. Em todo o país serão criadas neste fim de ano cerca de 155 mil vagas de trabalho temporário(dados de 2012), o que representa a média 5,5% maior que o do mesmo período no ano passado.

Saiba com este artigo o que é o trabalho temporário, quais são os direitos de quem trabalha com este tipo de contrato e como fazer a vaga de trabalho temporário virar efetiva.

Veja também os artigos:

 

O que é trabalho temporário?

Conforme a definição no site do MTE (Ministério do Trabalho e emprego), trabalho temporário é:” aquele prestado por pessoa física a uma empresa, para atender a necessidade transitória de substituição de seu pessoal regular e permanente ou a acréscimo extraordinário de serviços, e está regulamentado pela Lei nº 6.019, de 03 de janeiro de 1974 e pelo Decreto 73.841, de 13 de março de 1974. A mesma lei condiciona o funcionamento da empresa de trabalho temporário ao prévio registro no Ministério do Trabalho e Emprego.“, sendo que o ” registro é feito conforme a Instrução Normativa nº 14, de 17 de novembro de 2009, pela Secretaria de Relações do Trabalho, por meio do  Sistema de Registro de Empresas de Trabalho Temporário – SIRETT.”.

O trabalho temporário  foi criado para facilitar a contratação de profissionais de forma econômica pelas empresas que precisam de mão-de-obra para  atender uma necessidade passageira de substituição de seu pessoal regular e permanente, como por exemplo: férias, licença maternidade, licença saúde ou  para que as empresas tomadoras de serviços poderem contratar mão de obra complementar para atender a algum aumento temporário de serviço, como “picos de venda” ou de “produção”, campanhas, lançamentos de produtos, e muitos outros casos.

Muitas empresas, geralmente agencias de emprego,  se dedicam a atividade de  recolocar trabalhadores devidamente qualificados e por ela remunerados, temporariamente no mercado de trabalho, em empresas que estão com necessidade destes profissionais, especialmente o comércio em ocasiões festivas como natal e ano novo, carnaval, dia das mães e dos pais, dia das crianças e outros picos de venda ou pela indústria em picos de produção ou atividades sazonais (como processamento de safras agrícolas) .

Direitos do trabalhador temporário

As agências que recrutam e intermeiam profissionais para trabalho temporário têm que ser registradas no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para atuarem nesse segmento e as  empresas que oferecem trabalho temporário firmam contrato  com uma destas agencias por no máximo 90 dias (podendo excepcionalmente ser renovado por mais 90 dias, desde que com autorização da Delegacia Regional do Trabalho, conforme Portaria 574 de 22 de novembro de 2007).

O profissional com contrato de trabalho temporário tem como direito:

  1. Ter seu contrato de trabalho anotado na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), onde estará registrada a condição de temporário.
  2. Receber a mesma remuneração dos demais empregados da empresa cliente,
  3. Ter jornada de trabalho de até oito horas, horas extras com adicional de 50%, no mínimo, repouso semanal remunerado, férias proporcionais, adicional noturno (quando for o caso), seguro acidente e proteção previdenciária.
  4. Ser dispensado por justa causa somente pelos motivos constantes nos artigos 482 e 483, da CLT, tanto para as relações entre o trabalhador e a empresa de trabalho temporário ou entre ele e a empresa-cliente em que estiver prestando serviços (art. 13, da Lei 6.019/74).
  5. Retirada do  FGTS ao término do contrato de três meses, sem a multa de 40%. A lei, no entanto, não prevê o pagamento de qualquer indenização em razão de rescisão do contrato de trabalho temporário antes do término, ainda que sem justa causa(diferente do contrato de trabalho com tempo determinado, que é regido pela lei  criada pela Lei n.° 9.601/98).
  6. Caso a empresa tomadora do serviço quiser contratar o trabalhador ao término do contrato de trabalho temporário,   deverá contratá-lo por tempo indeterminado. A empresa não poderá utilizar-se dos três meses de experiência em carteira.

Caso haja constatação de fraude trabalhista, é gerado  auto de infração, envio de ofício ao Ministério Público do Trabalho para instauração de inquérito civil com possível Termo de Ajustamento de Conduta ou ação civil pública proibindo a contratação de temporário e  reclamações trabalhistas solicitando vínculo de emprego direto com a tomadora de serviços e verbas trabalhistas e rescisórias.

Chance de efetivação

Segundo Jismália de Oliveira Alves, presidente da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), a expectativa é que 15% desses profissionais sejam efetivados após as festas de final de ano, o que se configura em uma excelente oportunidade para quem procura o primeiro emprego ou quem procura uma recolocação definitiva no mercado.

Para fazer a vaga de trabalho temporário virar efetiva, é imprescindível cuidar de seu marketing pessoal e seguir as dicas abaixo:

  1. Seja pontual e esteja preparado para horas extras, que são bastante comuns nessa época do ano;
  2. Comporte-se como se fosse um emprego efetivo e não temporário;
  3. Seja sempre gentil  e procure escutar quais as necessidades e desejos dos clientes e mostre sempre alternativas.
  4. Capacite-se para a vagaProcure aprender sobre o negócio. Não adianta conseguir a vaga de trabalho temporário e não ter as competências necessárias para permanecer nela. 
  5. Ao lidar com atendimento,
  6. Aproveite as horas de lanche e almoço para fazer contatos profissionais em outras lojas ou áreas de atuação.
  7. Seja discreto e mostre-se disponível para o período pós-natal.

Fonte:

  1. http://www.mte.gov.br/noticias/conteudo/12648.asp
  2. http://ultimainstancia.uol.com.br/conteudo/colunas/57140/principais+diferencas+entre+trabalho+temporario+e+terceirizacao+de+servicos.shtml
  3. http://www.empregoecarreira.com/temporario
  4. http://www3.mte.gov.br/trab_temp/default.asp
  5. http://www.guiatrabalhista.com.br/guia/contr_determinado_duvidas.htm

Crédito das fotos: Job Meeting via photopin cc

GOSTOU DESTE ARTIGO? AJUDE-ME POR COMPARTILHÁ-LO!

Espero sinceramente que este  artigo seja útil para que você  Conquiste sua vaga de emprego definitiva após o trabalho temporário por aplicar imediatamente as técnicas aprendidas neste artigos.

Se você gostou destes artigos, porque não me ajuda ao compartilhá-lo com seus amigos, familiares e colegas de trabalho através do Twitter, Facebook e Google +1? Para isso, basta usar os botões sociais que temos na lateral esquerda  ou no fundo do artigo  para compartilhar com os seus amigos, familiares e conhecidos. É muito simples e não te custa nada.

Também poderá ajudar mais ainda comentando este artigo, deixando suas impressões, suas experiências durante um trabalho temporário, críticas construtivas (não sou perfeito e estou disposto a aprender com você) e sugestões para melhorar o nosso site. Se desejar, também poderá Assinar o  Site e receber as nossas atualizações por e-mail. Muito obrigado e volte sempre para conferir as novidades!


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/majtec/www/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273